30 de março de 2004   —   11:17:25

Autobiografia de uma vida bandida
Capítulo de hoje: o dia da pedrada

Estamos em 1992. Eu tinha, então, 7 anos de idade. Era agosto ou setembro, se não me engano uma segunda-feira, entre meio-dia e duas da tarde. Eu estava no estacionamento do prédio, brincando sozinho por ali.

Perto de mim estavam dois vizinhos meus, eram irmãos e brincavam – vejam que inteligente – de atirar pedras um no outro. De repente, sinto a dor e a pancada: fui atingido por uma pedra perdida. Saí correndo e subi as escadas enquanto o sangue escoava da minha cabeça. Daria pra fazer uma galinha à cabidela, parecia mais sangue do que poderia caber num Barra Pesada numa segunda-feira. Lembro de quando me olhei no espelho e meu rosto estava com a metade manchada de vermelho.

Fui pro hospital perto daqui de casa e deram 2 pontos na minha testa, e até hoje tenho a cicatriz, que se esconde um pouco por causa do cabelo. E ainda não entendi que tipo de criança brinca de atirar pedras nas outras.

29 de março de 2004   —   02:56:56

While we’re living
The dreams we have as children
Fade away

Oasis chuta bundas.

25 de março de 2004   —   02:24:44

Um beijo pra Alinne, que fez 19 aninhos domingo!
(Ops, já é quinta! Mas tudo bem…)
:*****************

15 de março de 2004   —   11:32:48

Dúvidas lingüísticas

Se cheese = queijo
Se ham = presunto

Por que diabos o cheeseburger tem queijo e o hamburger não tem presunto?!
Vou processar a indústria de fast food! Quantos hambúrgueres já comi em mais de 18 anos sem uma fatiazinha sequer de presunto?!

14 de março de 2004   —   04:57:31

A Kit.net tirou meu blog do ar. Por quê? Não sei! Mas aqui está um blog provisório de design clean e feito às pressas, enquanto meu blog novo (e que terá o nome antigo) não sai. O nome novo é só pra realçar que este é um blog provisório.

Ah, consegui manter os posts antigos, mas as fotos e figuras já eram. 🙁

Agradeço a todos e peço que atualizem os links! ;D