15 de October de 2003   —   10:11:36

Pinguim que a Dani me deu

Olha só, este aí é o pingüim que a amicíssima Dani me deu 😀 A foto tá mal tirada e embaçada porque tirei às pressas enquanto o computador do meu irmão tava livre, heheh. Dani, valeu ae! Adorei! =************

Esdrean

14 de October de 2003   —   12:44:01
Meus amigos já sabem que confusões rondam meu nome. Quando alguém pergunta meu nome e respondo, as pessoas quase sempre têm alguma dificuldade e me chamam de Esley, Wescley, Esdrey, etc. Os amicíssimos Igor e Alinne até me chamam de Aedes, e uma amiga minha cismou que tenho cara de Marcelo e só me chama de Marcelo.

Semana passada, recebi uma correspondência com uma nova variação. Aqui vai.

Esdrean

   —   12:40:28
E o Ceará Music acabou.

4 dias muito, muito, muito bons. Dinheiro espetacularmente bem gasto. Além dos shows, vi muitos amigos, passei por momentos excelentes ao lado deles, conheci gente nova e conheci melhor quem eu já conhecia. 4 dias dos quais não tive o que reclamar, dias do jeito que faltam na minha vida. Puta que pariu, foi muito bom. Quem tem amigos tem tudo, e ao estar perto de tantos deles senti essa sensação que eu não sentia há uma cacetada de tempo. Vou sentir falta dos abraços, de deitar na grama, de pular nos shows, dividir lembranças… espero que tudo isso se repita depois.

Um abraço a todos que estiveram comigo lá. Até a próxima. 🙂

11 de October de 2003   —   02:21:22

Ceará Music tá cada dia melhor! Muita putaria, música boa, pessoas legais, algumas que eu não via faz uma pá de tempo… Ontem nem os pirangueiros conseguiram estragar. =D

10 de October de 2003   —   02:39:55

Angra dos Reis
(Renato Russo / Renato Rocha / Marcelo Bonfá)

Deixa, se fosse sempre assim quente
Deita aqui perto de mim
Tem dias em que tudo está em paz
E agora todos os dias são iguais

Se fosse só sentir saudade
Mas tem sempre algo mais
Seja como for
É uma dor que dói no peito
Pode rir agora que estou sozinho
Mas não venha me roubar

Vamos brincar perto da usina
Deixa pra lá, a angra é dos reis
Por que se explicar se não existe perigo?
Senti teu coração perfeito batendo à toa
E isso dói

Seja como for
É uma dor que dói no peito
Pode rir agora que estou sozinho
Mas não venha me roubar

Vai ver que não é nada disso
Vai ver que já não sei que sou
Vai ver que nunca fui eu mesmo
A culpa é toda sua e nunca foi
Mesmo se as estrelas começassem a cair
E a luz queimasse tudo ao redor
E fosse o fim chegando cedo
E você visse nosso corpo em chamas
Deixa pra lá.

Quando as estrelas começarem a cair
Me diz, me diz pra onde a gente vai fugir?

Eu tava voltando pra casa depois do Ceará Music e ouvi… perfeita, eu já ouvi muito mas nunca me bateu a letra.