17 de November de 2003   —   11:55:55

Quem sabe com ela eu veria as tardes
Que sempre me faltaram
Como miragens, como ilusão

Se eu não posso ter, eu fico imaginando…

Esse é um trecho da fodíssima Ali, do Skank, que a Mônica me recomendou (alô Mônica!).
Eu não precisava ouvir isso. :~

Não vou botar a letra toda pra Alinne não me matar. , não vai me matar também não.

Um comentário:

  1. says:

    te odeio! te odeio! te odeio! essa não =~~~~ :~******

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.