A crise dos 20

O Coelho Branco pôs os óculos. “Onde devo começar, Vossa Majestade?”, perguntou.

“Comece pelo começo”, disse o Rei muito sério, “e continue até chegar no fim, então pare.”

Lewis Carrol, no trecho famoso de Alice no País das Maravilhas

E falta, então, um mês para meu aniversário (15 de junho). Tava conversando com o amicíssimo André, no meio duma aula chata, sobre esse assunto, mais especificamente sobre a aproximação dos 20 anos. Fora o fato de eu não gostar de comemorar aniversário, sair da casa dos 10 e entrar na dos 20 me assusta.

Parece ser outra fase, outras responsabilidades, como se o número 20, um natural como qualquer outro e apenas o sucessor do 19, trouxesse consigo outra realidade. Não consigo, porém, não me sentir anos mais velho por isso.

Apesar dos pesares, foram 20 anos bons. Que eu esteja pronto e tudo não passe de numerologia barata.

7 thoughts on “A crise dos 20

  1. alice é tão legal. ^^eu tenho o livro, a edição de 1973. 20 anos? realmente o tempo passa rápido. o.oBesteira, é só mais um número mesmo…pelo menos tu gostou dos 20 anos que passaram…:**

  2. eh…sei como eh…ja me senti assim…e as vezes dizer pra alguem q vc tem 20 anos eh estranho… eh como se vc fosse mais velha do q realmente eh… pelo menos pra mim…eu ja cheguei a dizer q tinha 18=Dum dia desses…hahah

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.