No fundo do poço.

3 de May de 2007   —   15:42:42

Lembram do meu último texto sobre quadrinhos, dias atrás? Começou ali. Acabei achando, em comunidades do orkut, links para revistas digitalizadas e traduzidas. E em algumas madrugadas fui dormir mais tarde, tentando matar a sede insaciável de voltar a ler quadrinhos.

Depois veio Lost. Até minha psicóloga riu quando falei que nunca tinha visto Lost antes. Comecei a ver. No começo parecia inofensivo, nem parecia ser aquilo tudo que as pessoas diziam… Quando menos percebi, já estava viciado, procurando respostas, pensando em explicações pros mistérios da tal da ilha.

Achei no Submarino um joystick pro computador em promoção, com frete grátis e parcelado em várias vezes. Mesmo liso, comprei. Agora passo algum tempo no computador jogando as coisas que para eu jogar antigamente tinha que poitar o Mega Drive ou o Super Nintendo do vizinho ou pagando o caro aluguel da locadora, e sem aquele desconforto nojento de jogar com o teclado.

Mas eu ainda podia ir mais fundo, aí vem os amicíssimos Mônica e Pedro e ensinam pra mim como jogar pôquer. E eu gostei. Até então, eu nunca havia entendido porque toda vez que um grupo de amigos meus marcava de sair ficavam uns ilhados (hã… ilha? Lost?) numa mesa jogando pôquer.

Está difícil estudar e trabalhar. É o fundo do poço. E é muito confortável aqui embaixo…

  1. m.elissa says:

    adoro poker, truco, lerdinho, dentre vários outros jogos com cartas. *_*

    quando paramos pra jogar poker aqui em casa até apostamos dinheirinho de papel, acho que por algumas horas acreditamos realmente possuir todo aquele dinheiro.

    eu pelo menos faço planos com a minha parte.

    "invisto metade e com a outra metade compro uma casa, um carro e me mantenho até conseguir lucros com a segunda metade…"

    em rodas de amigos o que domina por aqui (com os meus amigos) é lerdinho…pra ter aquele negócio de quem beber toma um copo de alguma coisa alcólica, ou quem ganhar hauheauhe.

    mas mudando de assunto, eu nem pago pau pra frança.

    não sei nada sobre a frança na realidade, apenas gosto da língua e pelo que os filmes me passam (estereótipo total), aquela coisa romântica…blablablá…

    obs.: se eles tivessem jogado poker na ilha de lost o que teria acontecido? será que morreriam mais ou menos pessoas? eis a questão…

  2. m.elissa says:

    "de quem PERDER*…" e não "de quem BEBER…"

    isso é pq hoje eu nem joguei o tal jogo hein…

  3. kataoka says:

    ahaha
    é bom demais jogar poker.

    [com o pedro e com a mônica nem se fala. aliás, com o pedro é mais engraçado pq ele fica muito concentrado e comrpa qualuqer briga hehehehe]

    e ainda não consegui gostar de lost. tenho até medo, na verdade.. depois fico super viciada…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.