Eu odeio gente metida a cult.

14 de January de 2004   —   03:21:13

Desce das suas alturas
Desce da nuvem, meu bem
Por que não deixa de tanta frescura
E vem para a rua também?

Nesse fim de semana, eu estava discutindo com a Alinne e com a Thais sobre um dos abusos que tenho: morro de vontade de fazer uma camisa onde tenha escrito “EU ODEIO GENTE METIDA A CULT”.

É, gente fresca metida a cult. Que se acha muita coisa por assistir aqueles filmes de arte europeus, geralmente com algumas cenas de sacanagem, de ficar degustando vinho, ouvindo Chico Buarque e Radiohead, falando de poesia. Eu até conheço pessoas bacanas que o fazem, mas tem umas que são muito chatas. Aquelas que se você puxar elas pra assistir um filme que não seja o de arte europeu com pornografia subliminar elas começam a se contorcer, e dentro dum cinema podem chegar até a ter uma convulsão.

Claro, cultura nunca matou ninguém, não estou dizendo que depois que lermos meu blog vamos todos desligar o monitor e correr para comprar CD’s do Harmonia do Samba. Mas me dá um abuso aquelas pessoas recatadas com suas taças de vinho a discutir filmes e poesia, e o que existir além disso (ou “abaixo” disso) chamar-se-á tolice. A essas pessoas eu recomendo terapia de choque, elas devem ser amarradas numa cadeira e assistir Um Morto Muito Louco 2, dar gargalhadas altas com os amigos e ir prum rodízio de pizza, que é pra saber que merda é Carpe Diem, essa frase deturpada pelos cults frescos enquanto bebem do seu vinho e assistem seus filminhos para depois reunirem-se com outros cults frescos e debaterem a profunda análise da alma humana.

Que o povo mala metido a cult seja mais anti-poético e se liberte.

Os versos do começo do texto são um trecho de Desce, de Arnaldo Antunes. Será que foi cult o suficiente?

  1. Concordo… inclusive minha irmã eh um pouco desse jeito! Dá tanta raiva…

  2. Kataoka! :D says:

    ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh "n eh o altar q te faz mais divina, Deus tb desce do ceu!" :~~~essa musica eh massa ! 😛 bjus!!

  3. Belaa says:

    Nunca concordei tanto com um post. Nem com os meus!!! Po, logo em Fortaleza chove quando vai à praia eh? Que chato… Leis de Murphy neh… bjuss

  4. NikyTa says:

    ae…esdras….Concordo plenamente com suas palavras …E aproveitando a oportunidade vou comunicar minha compra do cd "Funk 2004" ehehe ….(zueira)..b-jitos ;*

  5. Lana says:

    caramba, Esdrars!se garantiu nesse post.eu adoroooo filmes franceses, espanhóis, argentinos… mas brasileiros e amerianos tb são mt bons oh. dou até uma chance e você realmente se garantiu.já sabe?!

  6. nosegrinder1 says:

    Não concordo com o fato de eles verem um filme e depois ir discutir, esses caras não tem senso critico, eles são pura decoreba, provavelmente leem algumas criticas que os satisfaça e ficam falando por aí, e cara nunca vi esse filme Um Morto Muito Doido, mas deve ser do caralho, e uau faz 7 anos que isso foi postado mas foda-se deu vontade de comentar e pau no cu dos cult.

  7. Angelita Wander says:

    Nossa, finalmente encontrei quem pense igual a mim! Eu também nao aguento mais essa gente pseudo-cult… Adorei o texto.

  8. laura says:

    huahau comedia de mais, e nos fazem achar que temos que ser iguais, tb adoro poesia mas nem todo filme so porque eh cult eh bom alguns sao tedio puro…vinho as vezes o menos caro eh o mais gostoso, e aquele pessoal cult ou perto de cult palido meitdo a estrangeiro que no maximo foi pra fora a trabalho ou apos juntar muito tempo din e finge estar em paris nao olha pra os lados , um sorriso encomoda , totalmente doentes precisando de anos de terapia e talvez sem cura para tanta chatice de se sentir melhor que alguem quando muitos ate falidos estao hauhauhauahuahaua

Leave a Reply to Belaa Cancel reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.