Também teve o dia em que fui ao cinema com a Alessandra, assistir O Eterno Brilho de Uma Mente Sem Lembranças. De repente, sinto algo cutucando minha orelha dum jeito estranho. Pensei ser a Alessandra se ajeitando na cadeira ou ela frescando com minha orelha, ignorei o fato e continuei assistindo o filme.

Uns dez minutos depois, minha orelha volta a ser cutucada, agora com mais força e frequência. Percebo que, na posição em que a Alessandra estava, ela ia precisar de anos de yoga pra conseguir alcançar minha orelha. Olho pra trás e me deparo com um casal se agarrava, e o que cutucava minha orelha era o pé da mulher que, passando entre minha poltrona e a da Alessandra, cutucava meu ouvido…

Povo sem noção.

5 thoughts on “

  1. euheuheuietu tinha me contado!haahahahahahaei, palavras do felipe ontem: – caralho, o esdras, eu quero muito andar com o esdras, ele é o mais gente boa!juro. eu não estava bêbada 😛

  2. Fala sério… esse povo que vai pro cinema se agarrar é sem noção mesmo.Pense na marmota, vi esse comentário aí da ivna, e fiquei tentando lembrar se eu tinha comentado isso… fui até olhar de que data era o post mesmo! Hauhsuahsuh

Leave a Reply to jolie Cancel reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.