Maybe I will never be
All the things that I want to be
But now is not the time to cry
Now’s the time to find out why
I think you’re the same as me
We see things they’ll never see
You and I are gonna live forever…

E aqui estou eu, na minha hora favorita, entre 4 e 5 da manhã, virando mais uma noite pela enésima vez consecutiva. Viva as férias! Viva a mãe do Gabriel que me deixou em casa e me fez economizar uns 13 reais! Fiquei conversando no Dragão com a Elisa (será assim que escreve? Espero…) Eliza e com o Gabriel, gente que eu conheço faz tempo mas pela primeira vez parei pra conversar, e foi muito bacana.

I wanna talk tonight
Until the mornin’ light
‘Bout how you saved my life…


E tô aqui olhando o sol nascer pela janela e ouvindo Oasis. Digam o que disserem, os caras podem não ser uma lição de simpatia mas Oasis é bom demais. Pouco a pouco vou me embrenhando pelo rock estrangeiro. A Thais até estranhou quando comprei os CDs do Oasis, e uma vez em 2001 fui chamado de “nacionalista xenófobo” por ouvir só rock nacional. Vivendo a aprendendo Aprendendo inglês, principalmente.

E eu queria mandar um beijo pra Monique, com quem passei um pouco da noite. Bem, é isso. Bom dia pra vocês, talvez eu escreva algo mais tarde.

Autocomentário: Esse post foi um saco. Odeio posts dizendo o que estou fazendo, fiz ou coisa do gênero, e falando dos meus amigos que ninguém que lê o blog conhece. Me desculpem, mas vou postar assim mesmo, hoje deu vontade. E nunca postem essas coisas nos blogs de vocês. Nunca.

9 thoughts on “

Leave a Reply to NiKyTa Cancel reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.