9 de March de 2005   —   02:17:14


Funcionário do mês

Darth Vader wannabe
No começo as coisas parecem estar boas, enquanto ainda exalam aquele odor de novidade. Depois, caem na rotina, e dão aquela sensação de tempo vivido em vão, de vazio. O vazio que podia ter sido tomado por qualquer coisa boa e não foi acaba servindo para qualquer sentimento que o valha, e acabamos vivenciando um estado de espírito frio e inexplicável, pois todos nós temos nossos dias de amargor e raiva, de querer jogar o telefone na parede, de querer falar verdades que ocultamos, de querer mandar alguém pra algum lugar distante, de encarar e encarnar o Darth Vader e a Nazareth Tedesco que há em cada um de nós. Às vezes é preciso absorver a frieza, ainda que seja como beber um refrigerante quente e sem gás até o fim. O cara do abraço do apertado não existe num conjunto unitário, até você chegar. Dê-me algo que eu possa lembrar depois que for embora. O que quero dizer é o que você quiser entender, e há dias em que os conselhos soam mentirosos e hipócritas, e dispô-los sobre uma determinada situação faz eles soarem irônicos.

É preciso, sobretudo, manter o controle.

  1. candie says:

    adorei. já pensei sobre isso outras tantas vezes, que cansei. beijos pro senhor.

  2. Matus says:

    QUando será o Luke?

  3. Leandro says:

    Eu juro q ia atualizar mas meu blog desapareceu!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.