Os 40 dias de Jesus no deserto

23 de julho de 2005   —   09:23:17
“Não nos deixeis cair em tentação,
mas livrai-nos do mal…”

Aquele sujeito olhava para alguém atrás de mim e dava um sorriso. Aquele sorriso despertou um certo nojo dentro de mim, era um sorriso de satisfação e cumplicidade com algo ruim. Eu podia ver o demônio naquela hora, satisfeito com uma maldade em curso. Perto dele, seus seguidores.

Naquele instante, traçou-se uma reta no chão, dividindo o que eu sou (era?) do meu extremo oposto. Tive medo. Medo da reta posicionar-se atrás de mim sem que eu percebesse. Eu tinha, a poucos metros, além da linha imaginária, o retrato daquilo que eu devia evitar, um exemplo a não ser seguido, um aviso pra eu não cair em tentação… porque a amargura nos mostra muitos caminhos errados.

  1. Georgia disse:

    Cair em tentação não parece ser ealmente a melhor solução. Nâo caia mesmo não, mantenha-se forte! =) Ok?

  2. Si disse:

    e a gente tem q estar certa do que é e do que quer para saber evitá-los.obrigada por estar sempre por perto, Esdras,beijos.

  3. Georgia disse:

    Moço, Origada pela ajuda com a música, e continuando a série do "descubro tudo que quero",descobri que a música que queria é "Like a Rolling Stone", caso queira saber. Beijão

  4. Flavinha disse:

    essa última frase é bom a gente ter sempre em vista, pra não pensar em seguir um caminho que não seja o nosso :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.