Vivendo e aprendendo: glossário de Arquitetura para não-arquitetos

Andar com estudantes de Arquitetura é um negócio complicado. Ainda mais quando você é dum curso de Exatas. Os arquitetos, provavelmente revoltados no meio de sua eterna crise de identidade por não serem nem do Estilismo nem da Engenharia (eu tinha que usar essa piada aqui), desenvolveram todo um vocabulário próprio. Eles pegaram coisas simples, complicaram e deram um nome enfeitado, afinal de enfeitar eles entendem. Convivendo com meus amigos da Arquitetura, ouvindo suas conversas estranhas e vendo seus projetos insólitos, acabei conhecendo um pouco da língua dessas pessoas.

Um dia ainda vou escrever um livro chamado Arquitetura para não-arquitetos – Relatos da convivência com profissionais notívagos esquisitos. Por enquanto, seguem meus esboços iniciais.

Antes de qualquer coisa, admita que tudo que você pensava que sabia está errado. E aquela coisinha entre o corrimão da sua escada e a escada propriamente dita que você nem percebia que existia tem nome.

Mão francesa: Pelo que entendi, é um treco inclinado que serve pra segurar uma estrutura. Onde viram uma mão francesa, Deus sabe.

Planta baixa: representação num plano de uma construção vista de cima, sem o telhado. Lembra do filme Dogville e dos apartamentos nos classificados? Pois é.

Pé direito: pé direito é a altura entre o piso e o teto. Não me pergunte por que é direito e não esquerdo.

Pergolado, também conhecido como pergo-o-quê?: é uma estrutura apoiada em colunas, feita de elementos paralelos, tipo umas tábuas de madeira, alvenaria, concreto.

Pivotante e basculante: uma porta, portão ou qualquer coisa que gire ao redor dum eixo vertical é pivotante. Tipo 98,7% das portas que se vêem por aí e algum arquiteto desocupado (se é que existe um) decidiu classificar. Quando gira ao redor dum eixo horizontal, é basculante.

Guarda-corpo: não é um caixão. Acredite, guarda-corpo é uma grade de proteção usada em escadas, balcões… Se tivesse uma na escada daqui de casa há uns anos, uma empregada nunca teria ficado entalada entre a parede e a escada. Mas isso é outra história.

Vigas e pilares (essa é fabulosa e guardei pro final!) : todo mundo pensa que são a mesma coisa, mas em resumo, vigas são horizontais e pilares são verticais! Um pilar redondo é uma coluna! (o trecho riscado gerou polêmica e falta de consenso) E não confunda os dois perto dum arquiteto. Eles vão fazer careta e se sentir superiores.

A partir de agora, você não precisará chamar essas fabulosas estruturas de “aquele troço ali, ó!”, porque eu tive o trabalho de descobrir o nome (enquanto alguém devia pensar “que burro, não sabe o que é um pergolado…” e ria por dentro).

E por favor, estou aberto a sugestões, adições e correções.

16 thoughts on “Vivendo e aprendendo: glossário de Arquitetura para não-arquitetos

  1. por isso, quando a monica começa a falar dessas coisas, eu deixo ela falando sozinha ou entao digo "sei.."(nao posso fazer nada se minha convivencia com ela é muito peq.)beijosinterna – a pizza de goiaba digeriu direitinho? ^^)

  2. Gostei da definição: "profissionais notívagos esquisitos".E bem, se quer umas contribuições para o glossário, vão aqui duas:"Balanço" Não, não é aquele famoso brinquedo, é quando uma estrutura se estende além do apoio dos pilares. Um exemplo muito comum aqui em Fortaleza são as varandas dos prédios, que muitas saltam ao volume dos edfícios, estando então em balanço.Um nome legal é platibanda é uma estrutura cuja função é esconder o telhado. Muito comum em prédios e em comércios.

  3. tipo assim, filhote…pilar a palavra tecnica daquilo que chamam de coluna normalmente. coluna é popular e serve pra dizer tudo que eh vertical… se pode dizer tipo "12 metros de coluna d'agua", por exemplo.mas sim…. o melhor de tudo foi o guarda-corpo com a explicação de como a empregada se deu mal! huahuahua me lembrou desventuras em série… o cara escreve desse jeito. rsrsrsótimo esdras.. continue andando conosco e aprendendo.=p

  4. hey beibe… algumas correçoes… :Pacho q vc nao entendeu o da porta pivotante… pq elas nao sao 98,7% das q existem por ai… essas comuns nao sao as pivotantes… sao portas de 1 folha de abrir comum… dps te desenho como eh uma pivotante! :Dum guarda-corpo nao precisa ser uma grade… ele pode ser de alvenaria… de qq coisa… ele eh so o q "guarda o seu corpo" (:P) pra vc nao cair da escada ou da varanda do seu predio… e pq q uma coluna nao pode ser quadrada? coluna num tem q ser redonda, nao… de onde vc tirou isso, beibe?!acho q eh so isso mesmo… qq duvida, estamos ai!:D

  5. Réplica:Quando eu estava escrevendo o texto, procurei definições formais pra me basear na definição de vigas e colunas. Achei num site aí que quando o pilar era redondo, se chamava coluna. Confirmei no Michaelis:co.lu.na sf (lat columna) 1 Pilar cilíndrico, que sustenta abóbada, estátua etc. , constante, em geral, de base, fuste e capitel.Pra chutar o balde de vez, posso citar o Answers.com, na definição de column:Architecture. A supporting pillar consisting of a base, a cylindrical shaft, and a capital.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.