A situação atual do rock brasileiro

Hoje me ofereceram cortesias pro show do Capital Inicial. Não rolou.
 

Olha o naipe.

 
Até 2003, eu praticamente me recusava a ouvir qualquer coisa estrangeira. Eu só ouvia rock nacional mesmo, do tipo Paralamas, Legião Urbana, Titãs e por aí vai. Comecei a ouvir outras coisas, mas nem por isso abandonei meu antigo gosto. No entanto, dificilmente eu presto atenção em algum novo trabalho das antigas bandas que eu gostava. As razões?

  • Os Titãs ficaram senis demais e pararam de fazer o rock bom que eles faziam. O Nando Reis saiu da banda na hora certa.
  • O Capital Inicial parece que não cresceu, com seus membros quase cinquentões cantando músicas com a mais pura rebeldia adolescente.
  • O Biquini Cavadão gravou um disco de covers em 2001, depois gravou o mesmo disco de covers ao vivo… enfim, desde 2001 eles se repetem à exaustão.
  • O Nenhum de Nós gravou um segundo acústico e em seguida um disco ao vivo.
  • Os Engenheiros do Hawaii gravaram um acústico depois de outro acústico (foi mais ou menos assim que começou a decadência dos Titãs).
  • Os Paralamas do Sucesso, minha banda nacional favorita, tá me parecendo ingênuo demais.
  • Pra finalizar, toda banda nova que tem aparecido no mainstream ou é aquele hardcore/emocore chato, ou é imitação do Los Hermanos.

É… Já era.

22 thoughts on “A situação atual do rock brasileiro

  1. Ah! e já ía esquecendo!

    O underground de hoje é o pop star de amanhã!

    se não for, é porque é ruim prá caramba…

    Parem com essa utopia juvenil e estéril da banda que não se deixa corromper pela Indústria Cultural, e então guarda a pureza do rock na alma… Não quer saber de Tv, rádios,

    bah! besteira!

  2. Tem banda surgindo sim

    uma aqui outra lá, também qq ces querem

    titãs do ieieie…fez uns 3 discos memoráveis

    e só…é que viraram cult e o mercado etc etc etc

    tem que ouvir é o Kaimana

    tem letra pegada música e batera e guitarra de rock mesmo

    o rock nacional está vivo.

    E ninguém falou do raimundos nessa merda pô!

  3. 1- A Pitty realmente é a única que sonoramente soube manter a atitude (caracteristica principal e fundamental do rock) e não se apegar ao passado, porem certas atitudes dela no mercado já cairam o nivel como gravar com NX0 q são zeros a esquerda.

    2- Comentário bom niguem vê… Concordo com o Diogo do inicio ao fim…

    Banda boa existe… e para quem acha q nada deve mudar e que é normal as bandas se venderem, ai vai uma bomba… a cada banda boa do cenário underground q se vende ao mercado nascem 5 bandas boas desconhecidas , como um ciclo… então concordo com o DIOGO de novo.

    3 e fim- Galera se voces não estão satisfeitos com o que a midia enfia nas suas cabeças… então atitude PORRA corra atrás de bandas novas e não famosas no cenário underground, myspace, youtube tem milhões… antes q o Capitalismo às sugue.

  4. caramba eu to ligado que ta cheio de gente revoltado com esses emos então por que não um movimento contra esses viadinhos que tao estragando o rock, nada com violencia apenas protestos na net em shows e por aí vai. o pessoal so fica reclamndo vamo pedi banda boa nas radios

  5. É ta muito dificil aparecer algo bom,com qualidade.

    Cansei de emo,cansei de hardcore imitadao(que o verdadeiro hc nao e isso que escutamos hoje).

    Até sertanejo ta mais com qualidade hoje.O funk que era um lixo parece estar junto com o rock nacional hoje.

    Eo problema nao e aparecer muito emo, acho que o problema maior é não ter algo original pois tudo hoje é imitado.

    Bandas emos sao iguais as emos de fora, nenhuma originalidade,

    hc imitando ,tudo tudo tudo

  6. De fato o rock nacional de hoje(este que a midia quer ver)é realmente um lixo,desnecessario e sem conteudo,porem ele me parece ser exatamente o reflexo da atual geraçao de jovens alienados,bestificados e apaticos,que em virtude de seu ecesso de informação,nada conseguem extrair de proveitoso disso tudo,uma geração alheia aos conflitos e problemas existentes no mundo,individualista,sem atitude,sensibilidade e desprovidos de senso critico.O que dizer de uma geraçao que consome na mesma proporção,NX Zero,MCs merda e demais imbecialidaes desse lixo que o brasil chama de Funk?È por isso que o rock nacional de outrora era tão diferente.Mas como já foi citado anteriormente,á bandas de qualidade por aí mostrando verdadeiro rock nacional e dizendo foda-se a este movimento modista e sem conteúdo

  7. Ainda tem muita banda boa de rock nacional, o problema é que a mídia não da o menor apoio, e elas acabão terminando, sem terem grande repercussão nacional. A Mídia manda, não vê o Chralie Brown Jr., o último álbum deles, camisa 10 joga… foi uma merd-, do jeitinho que a mídia gosta, foi até um pouco EMO.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.